Críticas de Livros

Um Milhão de Finais Felizes, de Vitor Martins | Crítica do Livro

Compre o livro na Amazon

Mostrando sua capacidade de adaptar sua escrita para diversos gêneros, Vitor Martins lança seu segundo livro: Um Milhão de Finais Felizes. Dessa vez a história é um YA sobre Jonas, um jovem atendente de uma cafeteria que não tem certeza sobre seu futuro. Ele conhece um garoto apelidado de Barba Ruiva, e o desenrolar é sobre a história de amor dos dois.

Além dos protagonistas, existem outros amigos Jonas que aparecem na história. Todos são bastante comuns, com características, gostos e personalidades que vão fazer o leitor se identificar. As conversas e piadas são realistas e trazem sensação de nostalgia, como se o leitor estivesse vivendo com os personagens. Todos os envolvidos têm seus próprios desafios e propósitos na história, aprofundando ainda mais o livro.

Ainda sobre ser algo comum, o livro fala sobre uma das crises pós-escola: não saber seu futuro. Esse é o primeiro YA que leio em que o protagonista não está cursando faculdade. E esse é um dos temas discutidos dentro da narrativa, mostrando que não tem problema algum nisso.

Esse assunto é bastante discutido no núcleo dos pais do protagonista, trazendo um ambiente hostil para história. O autor conseguiu criar uma atmosfera incrível para o livro: Quando Jonas está em casa o clima é pesado, e enquanto ele está com seus amigos o clima é leve. Esse tipo de sensação é nitidamente sentido por quem está lendo a história.

Essa montanha-russa de emoções é um presente em diversos momentos da história, e se intensifica na segunda metade do livro. Esse é o tipo de livro para rir em algumas páginas e chorar em outras. Essa alternância de emoções acontece tanto na troca de cenário da história, quanto nos acontecimentos da vida de Jonas.

Pode sim ser considerado um livro clichê, mas é exatamente a história batida que o público LGBT precisava. A história é simples, realista e tocante de uma forma dificilmente encontrada nos livros, independente do gênero. E é muito gratificante ver que os leitores gays poderão se sentir representados por uma história tão bem construída e tocante.

O autor Vitor Martins amadureceu sua escrita trazendo outros problemas da vida real para dentro de sua história. Assim ficamos com altas expectativas, no aguardo para saber suas próximas novidades literárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *