Críticas de Filmes

Se a Rua Beale Falasse | Crítica do Filme

Se a Rua Beale Falasse é o mais novo filme do diretor Barry Jekings, sim, o mesmo de Moonlight: Sob a Luz do Luar. Existia uma grande expectativa para esse filme, a crítica e o público queriam saber se a adaptação do livro de James Baldwin seria tão boa quanto o ganhador do Oscar de melhor filme em 2017. Infelizmente, não posso dar um veredito em relação a essa questão, porque não tive paciência de terminar o filme anterior pelo fato de ser uma trama extremamente arrastada.Mas, Se a Rua Beale Falasse tem uma trama espetacular, por mais que tenha dispersado do foco principal, que era o fato de um homem negro ter sido preso injustamente por um crime que não cometeu, em alguns momentos, a maior parte das cenas agregam para a história ou trazem alguma reflexão, daquelas que você quer passar dias discutindo até exaurir todas as possibilidades.

Fiquei decepcionada com dois pontos: primeiro, o filme não ter sido indicado a melhor fotografia no Oscar ou em qualquer outra premiação. Cada cena parecia uma obra de arte, o enquadramento, a iluminação, a colorimetria, tudo, estava impecável e não teve seu devido reconhecimento pelas academias. Segundo, o final foi meio decepcionante. Eu preferia que tivesse sido mais dramático e mais impactante. Terminar da forma que terminou, deixou a trama no morno.

Porém, o final não tira o brilho de toda a história, e toda dor, sofrimento e amor trazido entre os flashbacks e as cenas da atualidade. Para os mais emotivos a trama conseguirá com louvor arrancar algumas lágrimas genuínas.

Se a Rua Beale Falasse estreou dia 07/02/2019 no Brasil, mas, infelizmente, por se tratar de um filme considerado Cult não está em todos os cinemas. Mas, é um longa que vale a pena talvez ir um pouco mais longe para apreciá-lo nas telonas.

Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *