Críticas de HQ

A Marcha – Livro 1, de John Lewis, Andre Aydin & Nate Powell | Resenha da HQ

 

    O racismo é um assunto muito discutido nos dias de hoje, e essa luta pelos direitos iguais pode não ser tão presente no Brasil com movimentos marcantes e grandes repercussões, mas nos Estados Unidos vira e mexe é noticiado um grande protesto pelos direitos iguais. Assim como é comum no país vermos notícias sobre atos racistas vindo de pessoas comuns, políticos e policiais.
    A HQ A Marcha – Livro 1 volta no tempo através das memórias de John Lewis, hoje deputado dos Estados Unidos, e ativista negro. Inicia-se contando sobre a infância no interior e nos guia até os seus primeiros atos como ativista pacífico.
    Com inspiração no Martin Luther King, o movimento negro daquela época protestava sempre pacificamente, para mostrar que eles não querem nada além de direitos iguais. É interessante a forma que os autores da HQ escolheram contar a história do passado misturada com alguns pontos necessários nos dias de hoje.
    Os traços e características dos desenhos nessa história em quadrinhos é muito rico em detalhes e beleza. O livro é todo desenhado em tons de preto e branco, e sem uma organização definida milimetricamente perfeita, cada página é um estilo único de contar aquele momento da narrativa.
    Esse primeiro livro é o início de uma série que está para surgir, e é uma ótima fonte para entender os problemas raciais que existiram e ainda existem no mundo. É possível entender com exemplos práticos e reais o que realmente afeta a vida dos negros na sociedade. Mesmo sendo lições do passado, essa história tem uma ótima força para mudar o nosso presente e futuro.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *